background img

Preços do petróleo: EUA tenta prejudicar a Rússia?

Foto: RIA Novosti/Serguei Subbotin
A continuação da queda de preços do petróleo obriga os peritos a se perderem em conjeturas e a procurarem explicar esse fenômeno através de diversas teorias da conspiração. Os analistas dizem, alarmados, que o mercado deixou de ser previsível.

O preço do petróleo cai de forma supreendente... Que razão haveria para essa repentina queda?
Uma pergunta tem sido feita, até mesmo com certo assombro por parte de alguns. Por que, mesmo em meio a profundos conflitos no Oriente Médio, em países como Iraque e Síria, o preço do petróleo está tão baixo?

Como aponta um recente artigo do jornal alemão Die Welt, há poucos anos, bastava apenas um fator de instabilidade para que o preço do petróleo subisse imediatamente. Certamente, muitos irão lembrar-se de que realmente era assim...

Porém, estranhamente, o preço do barril de Brent desceu pela primeira vez desde dezembro de 2010 abaixo dos 90 dólares [1]. Os contratos de futuros do petróleo WTI com entrega em novembro se estão aproximando dos 80 dólares.

Isso está ocorrendo em meio a um cenário de abalos internacionais, como a crise ucraniana, a guerra contra o Estado Islâmico no Iraque e na Síria e a ameaça global do vírus ebola.

Especialistas apontam para um acordo secreto entre EUA e Arábia Saudita. Um acordo para beneficiar ambos os lados. De um lado, os bombardeios norte-americanos na Síria e o apoio dado pelos EUA a grupos que se opõem a Bashar al Assad beneficia os interesses da Arábia na região.

Por outro lado, a partir do momento em que a Arábia Saudita e outros países árabes aliados baixam o preço de petróleo, estão minando financeiramente o Irã e a Rússia, que também têm na exportação de petróleo uma grande fonte de recursos.

Isso beneficia os EUA no sentido de ter mais poder de negociação com o Irã a respeito de seu programa nuclear e com a Rússia, na questão de hegemonia geo-política e domínio territorial de zonas importantes e estratégicas na Ucrânia e no leste europeu [2].

Por trás desse jogo de interesses e dos complicados desdobramentos políticos e estratégicos, podemos vislumbrar que o cenário profetizado nas Escrituras se cumpre dia após dia.

Específicamente, vemos em toda essa situação, juntando essa pressão do preço do petróleo, a tensão na Ucrânia, o Estado Islâmico levantando-se no Iraque e na Síria e a Turquia sendo instada a intervir militarmente na Síria, as condições prévias para a concretização das profecias de Ezequiel 38 e 39.

O profeta Ezequiel mostra que a principal motivação do rei do extremo norte [Gog] será avançar sobre o Oriente Médio com motivações comerciais, num cenário imediatamente posterior a um conflito.

Essa será a acusação de Sebá e Dedã [países árabes reconhecidos pelo seu comércio] e Társis e seus "leãozinhos" [países ocidentais] quano Gog invada o Oriente Médio:

"Sebá e Dedã, e os mercadores de Társis, e todos os seus leõezinhos te dirão: Vens tu para tomar o despojo? Ajuntaste a tua multidão para arrebatar a tua presa? Para levar a prata e o ouro, para tomar o gado e os bens, para saquear o grande despojo?" [Ezequiel 38:13]

O profeta utiliza elementos de sua própria realidade temporal, como "ouro", "gado" e "presa". No entanto, sabemos que a principal riqueza pela qual os países lutam naquela região é o petróleo.

Rússia e Irã estão sendo pressionados e altamente prejuicados com a baixa do preço do petróleo... Uma baixa surpreendente e, para muitos especialistas, uma baixa forçada artificialmente pelos EUA e Arábia Saudita.

No Oriente Médio, continua o cenário de guerra e destruição, com bombardeios diários dos EUA e aliados contra o Estado Islâmico na Síria e no Iraque, gerando um cenário em que o "despojo" será tomado por quem decidir apropiar-se do que restar...

Tudo caminha de acordo com o cenário previamente profetizado há cerca de 2.500 anos! Ezequiel indica que a profecia se cumprirá "no fim dos anos" [Ezequiel 38:8]. Nós cremos nisso. Até quem não crê deveria, ao menos, considerar que os elementos se encaixam.

Fontes: Vermelho , Voz da Rússia , Projeto OmegaZerohedge

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato