background img

Sobrevivencialismo:Minha familia não gosta e acha estranho, como fazê-los aceitar a preparação e o sobrevivencialismo?

Por Eremita Urbano / Sobrevivencialismo

Diversas são as vezes que vejo perguntas similares, e sinceramente tentar fazê-los aceitar é uma grande perda de tempo. A maioria das pessoas não tem a capacidade de abstrair o assunto, elas acreditam fortemente que o governo sempre vai cuidar delas e muitos não aceitam que algo ruim possa acontecer, acreditam realmente que são imunes a crises. Sendo assim acham uma grande perda de tempo e dinheiro se preparar.

Então, Eremita… Tenho que deixar tudo pra lá então? Bom amigo leitor, se não dá para você convencer o outro, use a sutileza.

Se tem problemas com isso na família pare de usar as palavras “sobrevivencialismo” e “preparação”, porque pra muitos isso é “coisa de doido que espera o fim do mundo”. Vamos usar das sutilezas na forma de pequenos “ganchos” que vão surgir e assim implementar, sem perceberem ao menos uma preparação mínima.

Em vez de falar pra sua família que vai fazer uma cisterna e colocar uma caixa d’água de 10.000 litros como parte de uma preparação, porque pode se ocorrer uma crise hídrica, faça diferente. Não use palavras “preparação” e “crise”.

Em um dia que faltar água fale simplesmente algo assim:

-Ah, não pessoal… Ficar sem água é tão ruim, isso está acontecendo muito e eu não quero passar por isso novamente, que tal aumentar o tamanho da caixa d’água para ter uma reserva maior? Essa falta de água está acontecendo direto mesmo!

Isso pode funcionar melhor.

Quando sua esposa brigar contigo porque você comprou mais uma “tranqueira que nunca usa” para por na mochila, diga tranquilamente, fazendo alguma analogia que não tenha nada a ver com sobrevivencialismo, por exemplo:

-Olha só meu bem, tem pessoas que gostam de colecionar latinhas, miniaturas de carros e você mesmo gosta de ter vários calçados, sendo que muitos você comprou e nunca usou, é tipo isso… É só uma coleção entende, uns gostam de colecionar calçados e eu gosto de colecionar essas coisas de camping, mesmo que eu nunca use eu acho legal entende? Mas prometo que só compro com o dinheiro que sobrar, nunca vou deixar de comprar algo para a família para comprar algo para coleção, tudo bem assim? Do mesmo modo que você gosta muito dos seus calçados, eu gosto muito dessas minhas coisas. Dê um sorriso e um beijo nela nesse momento!

Falando assim, as chances dela aceitar são maiores! Em um dia que o gás acabar a noite e estiver tudo fechado aproveite e diga:

-Nossa, que chato… Para evitar isso vamos aproveitar e comprar mais um ou dois botijões sobressalentes? Assim se um dia o gás acabar novamente a noite ou em um feriado a gente já tem de reserva o que acha?

Percebeu que sem estressar e nem comentar sobre preparação e sobrevivência você já conseguiu reserva de água, liberou sua mochila e combustível extra?

Continuemos… Em vez de dizer que quer comprar um estoque de comida pra 3 meses, porque se uma crise acontecer vão estar preparados, faça diferente. Em um dia de pequenas compras de muito calor e estando preso em um engarrafamento com a família diga:

-Pessoal tá complicado ficar comprando coisas toda semana, que tal na próxima fazermos compras para uns 2 meses? Assim não precisamos passar por esse sofrimento toda semana, vamos ficar mais confortáveis e economizar combustível que pode ser revertido em outra coisa mais útil… Como pizza em família, o que acham?

Eu pronto, fechou!

Você conseguiu ficar “de boa” com a sua mochila, ter uma reserva de água, reserva de combustível e reserva de alimentos, tudo isso de forma sutil. Você está preparado com algumas coisas importantes sem sequer ter mencionado com a família os termos sobrevivencialismo e preparação.

E claro que a lista pode ser muito maior, se sua esposa gosta de plantas que tal uma hortinha juntos e talvez envolver até os pequenos nos “cuidados com as plantinhas”? Pode ser muito bom para o relacionamento familiar fazer coisas juntos. Pense nisso!

Fazer alguém “aceitar o sobrevivencialismo” no meu modo de pensar é impossível. É a própria pessoa que tem que perceber por si mesma a importância e seguir o caminho pelos seu próprios passos, não tem como forçar, mas você deve sutilmente ir implementando algumas coisas e eles nem vão perceber que estão preparados.

E você amigo leitor, mais alguma dica de como fazer os outros se prepararem de forma sutil e sem estresse?

Fonte: Sobrevivencialismo

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato