background img

Do que é feito um molho de tomate industrializado?

Por Francine Lima

Molho de tomate pronto, miojo, nuggets, maionese, salsicha e bebidas lácteas cor de rosa, entre muitos outros itens do supermercado, são o paraíso de quem não tem muita grana e ainda não se interessou em aprender a cozinhar (pelo menos o básico do básico). A indústria alimentícia lucra muito em cima de quem não sabe.

Molho de tomate pronto é muito barato. E fácil e usar. Você abre o pacote, aquece no micro-ondas e joga na macarronada. Só que esse almoço fácil pode aumentar bastante seu consumo de sódio se você não se preocupar em escolher um molho minimamente natural, sem aditivos e com pouco sal (que existem; basta procurar e pagar mais caro). Nesse aspecto, polpas e extratos são mais saudáveis que a maioria dos molhos prontos. Mas você só vai entender a diferença se prestar atenção no que dizem as embalagens.

Apelar sempre para o industrializado, sem prestar atenção aos detalhes, significa confiar sua sobrevivência a uma indústria que não faz a menor questão de que você aprenda a comer melhor.
Eu (Francine Lima) fiz um vídeo para evidenciar algumas diferenças entre um molho de tomate caseiro e os industrializados. Confira a seguir:






Espero que, depois de ver o vídeo, você saiba escolher melhor os produtos feitos a base de tomate no supermercado. Ou então, resolva experimentar fazer molho caseiro a partir de tomates frescos mesmo.

Boas compras!


Francine Lima:Jornalista e acredita que informação clara, transparente e sem conflitos de interesse sobre nosso sistema alimentar pode contribuir para a construção da cidadania. Você é o que você sabe sobre o que come.


Fontes: Saúde Alternativa , Canal Do Campo à Mesa , Canal do Otário

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato