background img

Conspiração? Indícios de que Eduardo Campos foi assassinado e avião sabotado

A morte do Governador Eduardo Campos candidato a Presidência repercutiu por todo o mundo. Após as investigações iniciarem, algumas evidências já foram encontradas e estão sendo enviados para uma perícia superior.

Quatro agentes da Abin foram presos por suspeita de bisbilhotar a vida do governador, todos estavam disfarçados de portuários.

Nos últimos meses, a presidente Dilma Rousseff acomodou no ministério partidários que havia demitido após denúncias de corrupção. Forçou governadores do PSB a minar planos do governador Eduardo Campos.

Dilma como sucessora do ex-presidente Lula, está tentando montar a maior coligação eleitoral da história, para que os rivais não tenham com quem se aliar futuramente.

Tudo é feito com as caras completamente abertas, assim como a volta dos “faxinados” PR e PDT à Esplanada, não sendo só isso, também há uma face clandestina no superior governista, que tem direito a espionagem por agentes de estado.

Eduardo Campos foi um dos alvos dessa ação, devido ser considerado uma ameaça ao PT e à reeleição de Dilma. O PT temia que os votos da região Nordeste fossem divididos entre Dilma e Campos.

Em 11 de Abril, quatro espiões da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) foram detidos se passando por funcionários que trabalhavam no local, o foco dos Abin’s eram buscar informações para serem usadas contra Eduardo Campos. O que eles menos esperavam é que a Secretaria de Segurança Pública já estavam de olho neles, disfarçados de portuários, eles foram abordados por seguranças e apresentaram documentos falsos alegando serem operários do evento que estava em andamento.


Em seguida, os seguranças acionaram a PM e os agentes acabaram se identificando serem da Abin e estarem em uma missão sigilosa e pediu que não fossem feitos registros oficiais da detenção.

Internautas atacam autora da "previsão" da morte de Eduardo Campos

Internauta que 'previu' morte do presidenciável Eduardo Campos é alvo de ataques nas redes sociais:

À meia noite e quarenta e seis desta quarta-feira, quase 10 horas antes da queda do avião que levava Eduardo Campos a Santos (SP), uma internauta tuitou: “Eduardo Campos: sua vice é a Marina. Já pensou se você morre?”.

A autora da frase, que também mora no litoral de São Paulo, virou alvo de ataques pela rede social minutos após a confirmação da morte do presidenciável.

FAB fala em drones em Santos (SP); Aeronáutica nega

A Força Aérea Brasileira alertou tripulação do jato que levava Eduardo Campos sobre a existência de aeronaves não tripuladas (os chamados drones ou vants) nas imediações da base aérea de Santos (SP), onde ocorreu o acidente que matou o candidato; a Aeronáutica, porém, negou a hipótese de esse tipo de equipamento ter derrubado o avião.

O jornal Correio Braziliense, que afirmou ter tido acesso ao documento, noticiou que a nota técnica aponta a existência de drones naquela área do espaço aéreo onde ocorreu o acidente entre os dias 11 e 31 de agosto. O jornal aventou a possibilidade de que um vant tenha se deslocado da área permitida para o local onde o avião de Campos trafegava.

FAB diz que gravação da caixa-preta de jato NÃO era do voo de Eduardo Campos
Gravação da caixa-preta não era do voo de Campos
(Foto: Reprodução/TV Globo)
Ué? Fizeram a tal Lei 12.970/2014 (que mantém sigilosa as investigações sobre acidentes aéreos), e agora estão descumprindo? Por que justamente no caso de Eduardo Campos?

Como pode um jato novíssimo, moderno, com defeito na caixa preta?

É lógico que iremos lembrar as frase de Lula num comício: "Eles não sabem do que somos capazes..." e de Dilma: "Podemos fazer o diabo quando é hora de eleição..."

A Força Aérea Brasileira (FAB), responsável pela investigação do acidente aéreo que causou a morte do presidenciável do PSB, Eduardo Campos, informou nesta sexta-feira (15) que já foram extraídas e analisadas por quatro técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) as duas horas de áudio da caixa-preta do jato que conduzia o ex-governador pernambucano para o litoral paulista. Segundo a FAB, a gravação da caixa-preta do avião com prefixo PR-AFA não é do voo de Campos.

Com a queda do avião, na última quarta-feira (13), morreram, além do candidato do PSB, quatro assessores de campanha e os dois pilotos do jato. Confome o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, a liberação dos corpos pelo Instituto Médico Legal (IML) deve ocorrer neste sábado (16).

Em nota, a Força Aérea afirmou que, até o momento, não é possível determinar a data dos diálogos registrados na caixa-preta encontrada em Santos, em razão de o equipamento não arquivar esse tipo de informação.

“As razões pelas quais o áudio obtido não corresponde ao voo serão apuradas durante o processo de investigação”, advertiu o comunicado da FAB.

Além da caixa-preta da aeronave, a Força Aérea disse que investigará alguns fatores relacionados aos pilotos do jato em que estava Eduardo Campos, como se eles haviam voado por mais horas seguidas do que a lei permite, documentação, exames recentes que foram apresentados, entre outros. Além disso, durante a investigação do acidente aéreo serão ouvidos familiares dos pilotos para apurar se os profissionais passavam por problemas pessoais.

A análise da caixa-preta da aeronave começou nesta quinta, após o equipamento ser levado de Santos para Brasília. O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão vinculado à FAB, apura as causas do acidente.

Fontes: Conceição PB Online , Pragmatismo Politico , Ceará em Revista , Brasil247 , Forum Anti Nova Ordem Mundial , G1 , Reuters Brasil‎ , Libertar

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato