background img

Panorama Copa: Pausa para a copa

Pelas ruas se vê uma adoração e um culto que jamais o ser humano faria ao DEUS verdadeiro. Só aqui no Brasil é assim, pois na maioria dos países fala-se de forma superficial da copa.

Mais uma vez o brasileiro será conhecido internacionalmente como um povo primitivo, estúpido, burro, imbecil , idiota, alienado, louco e fácil de manipular. Faltando apenas alguns dias muitos correram para gastar o que não possuem com bandeirinhas, tintas e fogos. Vale tudo para se exibir e mostrar ao próximo o imperativo categórico que nasce dentro do coração de um alienado, ou seja, a máxima… transformar o fanatismo em lei universal.

Antigamente o time vencedor ganhava uma caneca e o povo pulava na rua de alegria ao ver o objeto da conquista, mas a fifa mudou o formato do troféu para não demonstrar o tão quanto é estúpido esse evento. Nem sei se o fanático perceberia a diferença hoje.

As bandeirinhas agitadas das ruas, dos carros e das casas tentam despertar o êxtase da copa no coração de quem passa . Isso só acontece no Brasil mesmo, pois na maior parte do mundo ninguém se importa com um bando de porcos cuspidores e analfabetos que buscam apenas a ostentação materialista, seja ela uma mansão, uma mulher objeto ou dinheiro.

Os sindicatos blindaram o PT novamente! A maior parte das greves e manifestações já terminaram. Tudo no prazo certo para a copa das copas.

O símbolo mítico da bandeira se torna algo semelhante a adoração a besta do abismo ou o cristo cósmico Baha’u’llah e com direito a êxtase no momento do gol. Se a FIFA decidiu que esse maldito time brasileiro deva ganhar, o fanatismo aumentará mais ainda, especialmente por não precisarem pagar nenhum imposto por aqui. A conseqüência disso após a copa é a punição não só aos torcedores, mas todos nós sentiremos na pele. É a seca, as enchentes, pestes, fome, injustiça, inflação, imóveis caríssimos e salários mais baixos ainda.

Resta-me calar diante de tudo isso, sofrer a angustia da solidão, ser acuado por um bando de loucos e fanáticos por todos os lados. Queria ser como Jonas ou mesmo um rascunho de homem para ir ao deserto procurar uma pedra e me deitar para morrer. Para mim basta! Minha ira é razoável sim e até a morte! Mas desde quando minha palavra vale algo? Sou obrigado a viver sabendo da desolação que virá sobre o Brasil. A vida é inerente a minha existência insignificante. Pausa para a copa passar!

Fonte: Apocalipse Total

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato