background img

McDonald's tira do ar site que aconselhava a evitar fast food

Rede aconselhou funcionários a evitarem hambúrgueres e batatas fritas.

Post foi feito em site voltado aos trabalhadores, com dicas de saúde.

O McDonald´s informou que mandou retirar do ar um site de recursos humanos voltado para os trabalhadores da rede, no qual foi publicado um post com dicas de saúde no qual a empresa aconselhava os funcionários a evitarem comer fast food e a priorizarem uma alimentação mais saudável.

A situação embaraçosa ocorreu após a emissora CNBC noticiar que a gigante do fast food aconselhava no site McDonald's Mc Resources Line seus empregados a evitarem refeições semelhantes às vendidas pela empresa .

"Fast food são comidas rápidas, com preço acessível e alternativas razoáveis para se alimentar fora de casa, convenientes apara uma estilo de vida ocupado. No entanto, são tipicamente muito calóricas, gordas, ricas em gordura saturada, açúcar e sal e podem colocar muitas pessoas em risco de serem obesas", dizia um dos textos publicado no site da empresa (clique aqui para ler a reportagem em inglês com os posts).

Uma ilustração chegava a mostrar um combo de hambúrguer, batata frita e refrigerante como "escolha não saudável" e uma combinação de sanduíche mais leve, salada e água como "escolha mais saudável".

Um post afirmava ser difícil comer uma dieta saudável quando se frequenta restaurantes de fast-food muitas vezes. O site também aconselha as pessoas a limitar a quantidade de batatas fritas que eles comem.

Segundo a CNBC, apesar do site ser voltado para os funcionários da rede, o cadastro exigia apenas um email e não conferia se quem pretendia acessá-lo fazia mesmo parte da folha de pagamento da companhia.

Nesta quarta-feira, quem visitava o site McDonald's Mc Resources era recebido com a seguinte mensagem: Estamos realizando temporariamente um manutenção a fim de lhe proporcionar a você melhor experiência possível. Por favor, desculpe-nos enquanto estas atualizações estão sendo feitas".

Em comunicado, a empresa confirmou a derrubada do site e disse que o conteúdo do programa é produzido por especialistas terceirizados. "Em meio a links para informação irrelevante ou ultrapassada, com grupos externos tirando elementos do contexto, isso criou um julgamento desnecessário e comentários inapropriados. Nada disso ajuda os membros do time do McDonald´s", disse o McDonald's.

A 'saia justa' acontece em um momento de confronto com a política da marca, que tenta desvincular sua imagem de alimentos gordurosos e procura inclui em seu cardápio mais frutas e vegetais, destacou a CNBC. Recentemente, o CEO do McDonald's Don Thompson afirmou: "Nós não vendemos junk food".

Fontes :G1 , Lado Oculto Nova Ordem Mundial

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato