background img

Putin exige o desarme nuclear de Israel

Tradução: Caminho Alternativo

(21-09-2013) As declarações do presidente da Rússia, Vladimir Putin, sobre a perentoriedade do desarme nuclear do regime israelense, realizadas na quinta-feira na reunião do Clube Internacional de Discussão Valdai, em Novgorod (noroeste da Rússia), que concluiu com o consenso entre os políticos de diferentes países e as autoridades russas em contra de qualquer intervenção militar contra a Síria, surpreenderam ao Ocidente, informa o legislador iraniano Mahdi Sanai, membro da Comissão de Segurança Nacional e Política Exterior da Assembléia Consultiva Islâmica do Irã (Mayles) e também representante do Irã no mencionado Clube.

“O presidente russo, assinalou este sábado Mahdi Sanai, não só reforçou a importância do desarme químico da Síria, senão que, pela primeira vez, insistiu no desarme atômico do regime de Israel. Argumentou que se a Síria aceitou destruir seu arsenal químico não existe desculpa alguma para que dito regime conserve seu arsenal atômico”, explicou.

A demanda de Putin surpreendeu tanto aos países ocidentais que, uma vez finalizada a reunião de Valdai, lhe perguntaram perssoalmente se de verdade havia formulado tal demanda ao regime israelense. Putin reiterou novamente sua exigência anterior.

“As autoridades russas e especialistas políticos internacionais participantes na reunião também mostraram uma vez mais sua recusa a qualquer intervenção militar contra Damasco que, com toda certeza, afetaria a toda a região do Oriente Médio”, agrega Sanai, também diretor do grupo de amizade parlamentar Irã-Rússia.

Comenta também que o chanceler russo, Serguei Lavrov, lembrou que durante a época da guerra fria os desafios eram previsíveis mas, nas atuais circunstâncias, as decisões unilaterais provocaram problemas a nível internacional e contribuiu ao caos mundial.

As autoridades russas, assinala a autoridade iraniana, estão profundamente preocupadas pela sabotagem que praticam alguns países ocidentais, o qual viola os acordos alcançados entre os ministros de Exteriores da Rússia e seu homólogo estadunidense.

“O chanceler russo não ocultou sua inquietação perante o incumprimento dos acordos de Genebra sobre a Síria e a hipocrisia que o Governo estadunidense aplica à respeito”, acrescenta.

Em relação com as eleições presidenciaiss de 2014 na Síria, as autoridades políticas internacionais e russas presentes na reunião do Clube Internacional de Discussão Valdai fizeram eco uma vez mais de que somente o povo sírio pode determinar o futuro político do país árabe, parafraseia Sanai. Para depois insistir na posição do Irã.

A República Islâmica do Irã aposta pela paz e estabilidade da região e do mundo, ao mesmo tempo em nos lembra Sanai que este país serviu de intermediário entre as forças extrangeiras e os governos e povos do Iraque e Afeganistão com o objetivo de ajudá-los a resolver seus problemas

O Clube Internacional de Valdai foi criado em 2004 na região de Novgorod, ao noroeste da Rússia, e celebra reuniões anuais e exclusivas nas que participam especialistas russos e internacionais: seu objetivo é intercambiar pontos de vista em história política, economia e relações internacionais. Embora uma das principais missões do Clube é fomentar o diálogo mundial com a Rússia e proporcionar uma análise imparcial, independente e acadêmica dos processos políticos, econômicos e sociais nesse país e no mundo.

Fontes: hispantv , Caminho Alternativo

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato