background img

EUA X Venezuela: Conspiração em marcha?

Presidente da Venezuela denuncia plano de "colapso total"

Caracas - O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro (foto), denunciou, na noite de sábado, um plano "elaborado na Casa Branca para provocar o colapso total" de seu governo em Outubro com a sabotagem da distribuição de alimentos, energia eléctrica e combustível, entre outros.
"Eu tenho os dados da data na qual aconteceu uma reunião na Casa Branca, o nome e sobrenome dos participantes. Eu sei quais são os planos que eles fizeram, fizeram o plano de colapso total do país", disse.

"Eles pensam que em Outubro a Venezuela entra em colapso, assim planearam, que sabotariam a comida das pessoas, a electricidade, o combustível e as refinarias", afirmou o governante, antes de destacar que muitas pessoas nos Estados Unidos passam esta informação.

Na terça-feira, Maduro acusou a oposição venezuelana de sabotagem contra o sistema elétrico, após um apagão que deixou 70% do país às escuras por pelo menos quatro horas.

"O império entra em colapso antes que esta Venezuela, que não vai entrar em colapso nem por sabotagem nem por nada", afirmou Maduro.

Nos últimos meses, o Governo venezuelano fez várias denúncias sobre conspirações contra Caracas e para assassinar Maduro, que chegou a afirmar que os Estados Unidos planejavam matá-lo ao mesmo tempo em que atacavam a Síria.

No fim de Agosto, as autoridades prenderam dois colombianos acusados de envolvimento com um grupo que supostamente queria matar Maduro, um plano que segundo o governo teria o envolvimento do ex-presidente colombiano Alvaro Uribe, o que este negou.

O Governo denuncia de maneira frequente supostos planos de assassinato contra Maduro, como fazia frequentemente o falecido presidente Hugo Chávez.

Nota: Pra quem ainda não viu..

Aaron Russo fala de parte dos planos da elite para implantação da NWO, desestabilizar o oriente médio e Venezuela já estava nos planos da NWO a muito tempo.

Aaron Russo foi candidato ao governo de nevada com 30% dos votos do partido republicano, mais tarde mudou para os democratas, foi diretor de cinema em Hollywood e fez vários documentários denunciando o NAFTA (Mad in Hell) e outros. Ele descortina aqui o que ouviu de Nicholas Rockefeller 11 meses antes do atentado de 11 de setembro. Aaron morreu de câncer de bexiga. Sua entrevista tem 70 min de verdades aterrorizantes.

Ele era amigo de "Nick Rockefeller."
Na entrevista, ele também confirma o plano de invasão dos países do oriente médio.



Fonte: A verdade Liberta , Um Novo Despertar Horizonte News , Portal angop

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato