background img

Os princípios sociais da Nova Ordem Mundial – Parte 4


A onu, através de suas inúmeras agências, tem aplicado 12 princípios sociais revelados por Baha’u’llah em escala mundial para unificar a humanidade. Para que todos se curvem a essa estratégia de unificação as áreas: Social, Política, economia e religiosa (principalmente cristãos desatentos) tem obedecido esses ensinamentos durante séculos.Conheça quais são e como acompanhar a evolução de cada um através das notícias do dia a dia.

4) Igualdade de direitos e oportunidades para o homem e a mulher;

Baha’u’llah não revelou as suas intenções por completo sobre a igualdade entre homens e mulheres como descrito abaixo (onde se lê Deus substitua por Baha’u’lah):

“…Nós te admoestamos a que faças o que sirva para promover os interesses da Causa de Deus entre os homens e mulheres. Ele ouve o chamado dos amigos e lhes contempla as ações. Ele é, deveras, Quem ouve e vê….” ( EXCERTOS DE outras EPÍSTOLAS de Baha’u’llah)

Ao ouvirem a música do rouxinol místico, os globalistas criaram a agência chamada UNIFEM.

“O mandato do UNIFEM (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher) se concentra na promoção dos direitos humanos, na participação política e na segurança econômica das mulheres, com a assistência técnica e financeira a programas e estratégias inovadoras que promovam o empoderamento das mulheres e a igualdade de gênero, levando em conta a diversidade de formas de existência e condições de vida, historicamente determinadas, e marcadas pelo sexismo, pelo racismo e pelo preconceito de classe…”

Mas ao abrir espaço para a igualdade entre homens e mulheres, o julgo para elas continua pesado, pois a intenção da NOM é de que as crianças sejam propriedade do Estado e as mesmas devem ser educadas através da educação compulsória que é outro princípio de Baha’u’llah. Esse princípio abre espaço para a implantação da terrível e assustadora agenda gay dentro das escolas.

O outro lado sombrio da ordem mundial de Baha’u’llah está no movimento feminista que está se organizando para a liberação do aborto na ONU como descrito na notícia abaixo:

Resumo da notícia:

Abortistas querem criar “mega burocracia” feminista ao interior da ONU

NOVA IORQUE, 03 Mar. 10 / 06:12 pm (ACI).- Uma coalizão de 16 organizações lideradas pela IPPF, o maior fornecedor de abortos do mundo, está propondo a criação de uma “super agência de gênero” ao interior da Organização das Nações Unidas e solicitaram para isso um orçamento anual de um bilhão de dólares para promover o aborto e o controle natal nos países em vias de desenvolvimento.

A campanha foi lançada na terça-feira em Nova Iorque durante a 54º reunião do Comitê do Status da Mulher com o objetivo de pressionar os delegados oficiais dos países assistentes a este evento para que a ONU crie a agência que se dedicaria a impor a chamada “perspectiva de gênero” às políticas públicas de todos os países do mundo, mas especialmente os mais pobres.GEAR foi a sigla em inglês para o plano que denominaram a “Arquitetura do Gênero”.

O aborto nada mais é do que o retorno aos sacrifícios de bebês para moloque, ou seja, uma versão mais refinada pelos agentes humanos de satanás através da UNIFEM de oferecer sacrifícios .

No versículo abaixo entende-se por descendência os filhos:

“E da tua descendência não darás nenhum para fazer passar pelo fogo perante Moloque; e não profanarás o nome de teu Deus. Eu sou o SENHOR.” (Levítico 18 : 21)

Outro objetivo do movimento feminista é fazer com que o homem não tenha tanta importância na nova ordem econômica mundial. Para provar a veracidade dessa informação, basta visitar as grandes lojas de roupas, geralmente as roupas masculinas ficam no fundo da loja e em pequena quantidade.

Referências:
http://www.unifem.org.br/
http://www.c-fam.org/publications/id.1660/pub_detail.asp
http://www.acidigital.com/noticia.php?id=18346

Fonte: Apocalipse Total

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato