background img

6 maneiras de ajudar moradores de rua no inverno


Nesta semana, as temperaturas caíram em diversas cidades brasileiras. O frio intenso fez os brasileiros tirarem suas malhas mais quentes do fundo do guarda-roupa antes de sair de casa, mas quem mora nas ruas não tem de onde tirar uma vestimenta adequada. Nesses casos, a solidariedade da população é que faz a diferença. Se inspire com algumas iniciativas, listadas abaixo, para ajudar as pessoas em situação de rua.

- Com um grupo de amigos, reúna cobertores, casacos, luvas e toucas, e saia às ruas durante a noite para distribuir.

- Além das vestimentas, ou caso não consiga reunir muitas peças, veja a possibilidade de fazer sopas, chás, entre outros alimentos que possam amenizar o sofrimento da fome, que é ainda maior nessa época.

- Um brechó em Curitiba pendurou vários cachecóis em uma haste metálica e espalhou nas árvores da cidade: a ideia é deixar à disposição de quem necessitasse. Apesar de correr o risco de qualquer pessoa mal intencionada pegar todas as peças, é uma boa opção para quem não tem condições de sair às ruas para fazer a distribuição pessoalmente. Disponha as peças em galhos, em um gancho na porta de casa e em caixas na rua.

Para quem está em São Paulo: 

Sopão da Praça da Sé
Alunos da USP que integram o grupo Veganusp e outros voluntários farão entrega de sopa feita com ingredientes sem nada de origem animal. Veja como e onde ajudar:

- 25/07 (noite): quinta-feira acontece um encontro, às 18h, na Estação Ceasa, para coleta de alimentos no CEAGESP.

- 26/07 (tarde): a preparação da sopa começa nesta sexta-feira, às 13h, nas cozinhas do CRUSP – Cidade Universitária (terceiro andar do bloco F).

- 26/07 (noite): o encontro para distribuição dos alimentos e roupas é às 18h30 na Praça da Sé, centro de São Paulo.

Para acompanhar mais informações sobre a iniciativa, clique aqui.

Doe um agasalho e ganhe um rapel
Quem levar um agasalho na próxima sexta-feira (26), no metrô Sumaré, ganhará um rapel da empresa Aventuras Brasil. Uma ótima maneira de os aventureiros ajudarem, e depois, ainda, aproveitar uma prática esportiva. A recolha dos casacos será realizada após a meia noite. Para mais informações, clique aqui.

Ligue 156
Para ajudar os moradores em situação de vulnerabilidade social atingidos por situações de emergência e calamidades públicas no município, a cidade de São Paulo dispõe da Central de Atendimento Permanente e de Emergência (CAPE). O órgão funciona 24 horas, basta ligar 156 para pedir abrigo a quem precisa.

Fonte: Ciclo Vivo

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato