background img

Surplus, a sociedade enfeitiçada pelo consumismo

Surplus: Terrorized into being consumers' é um documentário com duração de 54 minutos, lançado em 2003, dirigido e escrito por Erik Gandini. O documentário utiliza-se da edição e remixagem de imagens e áudios, de forma satírica e em um ritmo frenético, para mostrar diferentes pontos de vista sobre o consumismo.

O documentário começa com um discurso do ex-presidente cubano Fidel Castro que aborda o consumismo e suas consequências para o meio ambiente e para a sociedade, o desenvolvimento sustentável e a necessidade de compartilhamento de bens entre todas as nações, acompanhado de imagens de destruição e violência sobre movimentos sociais e repreensão.

Filósofo e escritor norte-americano, John Zerzan fala sobre a dependência do consumo. "Trabalhar constantemente e consumir constantemente. É loucura. Está destruindo tudo, vai tudo desaparecer", argumenta. Zerzan critica o consumismo, e conta que quando a tecnologia surgiu esta tinha o propósito de facilitar o trabalho das pessoas e fazer com que estas trabalhassem menos, mas para o filósofo, as pessoas não conseguem viver longe delas e acabam trabalhando cada vez mais.

O estímulo ao consumo por meio da publicidade e propaganda também é abordado. O pensamento de que é preciso comprar para ser feliz frustra as pessoas que não têm condições financeiras e sustenta o círculo vicioso dos consumistas. Em um mundo onde as pessoas estão cada vez mais plásticas e vazias, é mostrada uma empresa que produz bonecos eróticos feitos com materiais especiais, com o valor chocante de 6 a 7 mil dólares.

Refletir sobre como estamos vivendo em sociedade e entender o contexto por meio de diferentes pontos de vista é fundamental para a garantia de que o planeta continue existindo. O excesso de consumo de recursos naturais e a destruição do meio ambiente devem ser debatidos, pois se a sociedade atual chegou a este ponto, imagine como estarão as futuras gerações, que estarão ainda mais integradas com a tecnologia e fazem parte deste modelo de consumo que tornou-se globalizado.


Comentário:

O documentário “Surplus”, inicialmente, mostra os problemas ambientais que vivemos hoje em dia: queimadas, desmatamentos, emissão de gases poluentes (carro, moto, maquinas agrícolas, industrias e etc.), aquecimento global e a falta de água.

No segundo instante ataca o sistema capitalista. Como se o capitalismo fosse o grande vilão do desastre social e ecológico na terra, baseando-se na onda de consumismo onde as grandes redes de lojas ou multinacionais são mal vistas pelos ambientalistas e socialistas.

Por fim uma terceira idéia que seria a “solução”, onde é usado até Cuba como exemplo de governabilidade (socialista), radicais fazendo manifestações onde destruíam patrimônios alheios em busca do fechamento das industrias. Encerrando com o lobby: “Eu quero uma vida simples e prazerosa”.

Obs: o tema em questão não é o socialista (muito forte e evidente no documentário), mas refletir sobre nossa maneira de consumo e utilização dos recursos de maneira consciente.



Fonte:
Forum Anti Nova Ordem Mundial

Um comentário: Leave Your Comments

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato