background img

A gente faz protesto, mas não sabe protestar! Inútil! A gente somos inútil!

Eu sou o último da fila quando o assunto é apoiar algum político neste país. Sendo político,já não merece nossa confiança. Agora abaixo da linha dos políticos, estão os vagabundos e os bandidos que além de não merecer confiança, muitos se quer merecem respeito como gente.

Vendo o início da organização das manifestações, fiquei animado em saber que haveria tal protesto contra a prefeitura e as empresas de ônibus que cobram preços absurdos para um serviço de transporte miserável.

Porém tal animação logo foi abaixo ao ver bandeiras de partidos políticos naquelas cores vermelhas que nem preciso citar para que todos reconheçam o tipo de partidário envolvido nessa baderna. Misturados a estes, “movimentos apartidários” como o Movimento Passe Livre entre outros que defendem o transporte público gratuito?

Utopia que sequer em países desenvolvidos com um transporte modelo existe. Ainda sim, se toda essa gente unida com os estudantes realizassem um protesto com o mínimo de inteligência, saberia que para ter sucesso na reivindicação teria que no mínimo contar com o apoio da maioria da população. Exemplo é o caso do protesto para rever a Maioridade Penal, que não contou com milhares de pessoas nas ruas, porém conta com 93% de aprovação da população do país, de acordo com a recente pesquisa, muito diferente dessa onda de protestos que acontece na Paulista e em outras cidades do país.

Avenida Paulista - MASP Paulista Avenue - MASP 

O que parecia certo, já começa errado na escolha do local: Av. Paulista. Ali virou sambódromo dos descontentes. Todo o tipo de manifestação já têm endereço certo.

Protesto na Paulista virou sinônimo de Manifestação Cultural. Têm de tudo, protesto de médicos, protesto de policiais, protesto de maconheiros, protestos de grávidas que querem ter o filho em casa, protesto de animais, protesto dos motoboys, protesto dos ciclistas, protesto dos defensores da goiaba cascão… e por ai vai.

 O que eu quero dizer com isso é que ali parece o único lugar neste enorme estado que pode receber alguma atenção das pessoas para o ganho da causa. O que estes manifestantes não conseguem enxergar é que ali a única coisa que eles vão conseguir é a desaprovação das pessoas, mesmo que a causa seja justa.

Estação Trianon-Masp depredada

Agora a maior burrada neste protesto é impedir a passagem das pessoas e principalmente causar a depredação em lojas e patrimônios de terceiros que nada têm a ver com o aumento da passagem. Ai a causa vai para o brejo.

 Ai não esperem ver reações como a do juiz que duramente desabafou contra os manifestantes, desejando que a polícia atirasse se fosse preciso ou ainda o caso do motorista que avançou a barricada e acabou por atropelas alguns manifestantes.

Eu não se os motivos que levaram estas e outras pessoas a tomarem tais atitudes contra os manifestantes, mas me diga, se fosse você ali com uma criança no carro ou então sua esposa grávida ou uma pessoa de idade assutada, o que você faria? Ainda mais tendo visto o vandalismo descontrolado de parte do grupo nos dias anteriores? Outro discurso que já está um pouquinho batido é esse papo de achar que todo policial não presta… Por favor, para né. As manifestações que ocorreram no mesmo dia não tiveram qualquer incidente… assim com tantas outras… só com essa acontece esse quebra quebra? É óbvio que tem gente no meio dos manifestantes só querendo aparecer, achando que tá participando de uma Primavera Árabe.

A causa é justa, mas já está perdida, pois no país em que nada funciona direito, era de se esperar que nem protesto fossem capaz de fazer! Perderam a razão.

OBS: Pra começar a fazer o certo, vão para a frente da Prefeitura e não levem estes partidários com suas bandeiras vermelhas que estão ai para filmar e usar as imagens nas suas campanhas eleitorais no horário político.

A gente faz protesto, mas não saber protestar!
Inútil! A gente somos inútil!



Fonte:
Devastação

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato