background img

Meia que fez gesto nazista ao comemorar gol é banido da seleção grega

Giorgos Katidis, de 20 anos, alegou que não sabia o significado da saudação

O meia Giorgos Katidis, do AEK Atenas, foi proibido de defender a seleção da Grécia por toda a vida depois de fazer uma saudação nazista quando comemorou um gol da sua equipe durante um jogo do Campeonato Grego.

A Federação de Futebol da Grécia disse neste domingo em um comunicado que o gesto do jogador “é um insulto profundo para todas as vítimas de brutalidade nazista”.

Após a má repercussão do caso, Katidis publicou em sua conta no Twitter que não sabia o significado do gesto. “Não sou racista de jeito algum. Abomino o fascismo. Não faria o gesto se soubesse que significa alguma coisa. Eu sei das consequências e não farei mais isso”, afirmou Katidis, contando que sua intenção era homenagear o colega de equipe Michalis Pavlis, que está lesionado e assistia à partida no estádio.

“A ação do jogador para saudar os espectadores como nazista é é uma provocação grave brutal e afeta profundamente todas as vítimas das atrocidades nazistas, ferindo o caráter pacífico e profundamente humano do futebol. A Federação condena de forma inequívoca e categoricamente a atitude”, declarou a Federação Grega de Futebol em comunicado oficial.

O AEK e a Liga Grega também estão analisando a possibilidade de aplicar punições a Katidis. O clube, porém, também corre riscos de ser sancionado. Torcedores da equipe divulgaram um comunicado em que pedem para o jogador ser dispensado do clube. O meia já atuou pelas seleções de base da Grécia.



Fontes:
Devastação , Terra

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato