background img

Programa de rádio que passou trote sobre Kate deixa de existir

Polícia divulga foto da enfermeira Jacintha Saldanha, que caiu no trote de dois radialistas ao hospital onde Kate estava internada

Um programa de rádio australiano que passou um trote telefônico que levou ao suicídio de uma enfermeira em um hospital londrino onde Kate Middleton, a esposa do príncipe William, estava internada, deixará de existir, indicou nesta segunda-feira a emissora.
A enfermeira Jacintha Saldanha foi encontrada enforcada no dia 7 de dezembro, três dias depois de ter sido enganada por telefone pelos apresentadores do programa Hot 30, que se fizeram passar pela rainha Elizabeth II e pelo príncipe Charles para ter notícias de Kate, internada com violentas náuseas devido a sua gravidez.
Na manhã de 4 de dezembro, Saldanha passou a ligação a uma colega do serviço onde Kate se encontrava. Esta enfermeira deu informações sobre o estado de saúde da princesa aos apresentadores da emissora australiana, infringindo as regras de confidencialidade em relação aos pacientes.
Os dois apresentadores, Mel Greig e Michael Christian, pediram perdão, entre soluços, e não voltaram a trabalhar na rádio desde a tragédia. Ambos receberam ameaças de morte.
Seu programa foi substituído por outro, The Bump, de forma definitiva a partir desta segunda-feira, indicou o grupo Southern Cross Austereo, proprietário da rádio2Day FM.
"Mel e MC continuam sendo assalariados e seguem de férias", indicou à AFP uma porta-voz da rede. "Discutiremos seu destino quando estiverem preparados", informou o diretor do grupo, Rhys Holleran.A entidade australiana reguladora dos meios de comunicação abriu uma investigação.
 
Fonte:
Terra

Um comentário: Leave Your Comments

  1. é a radio foi fazer como o cqc daqui do brasil so q com a realeza não se brinca !

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato