background img

Carnaval é uma aula de História??? Só se for pra quem fugiu da escola

Personagem de Marcelo Madureira do Casseta e Planeta

A maior bobagem que ouvi neste Carnaval, foi o comentário em um programa na Globo News em que participava o dançarino Carlinho de Jesus, quando ouço algo do tipo: “…que o Carnaval é uma aula de História para as pessoas”. Só se for para pessoas que fugiram da escola! Além da sala de aula, se você quer realmente conhecer um pouco de História, mergulhe a cabeça em livros, pesquise o vasto conteúdo em sites de qualidade na Internet… no minimo, assista um filme, como fiz hoje vendo Lincoln…. Mas fuja do Carnaval.

Não é preconceito, existe o bom samba, o bom sertanejo, etc… Ao longo da vida ouvi vários estilos de músicas e acabei me aproximando mais do rock, mas não deixo de ouvir outros ritmos, inclusive regionais como Cordel do Fogo Encantado, Nação Zumbi e outras bandas que inserem ritmos ligados a alguma cultura no mundo como faz o Karnak ou o Teatro Mágico com suas belas canções… mas o Carnaval em si não tem nada a ver com música, é só bebedeira e sexualidade gratuita e promíscua, não em 4 paredes, mas arreganhado para o mundo e querem chamar isso de cultura. O pior, gastam dinheiro do meu e seu imposto para isso… Somente duas cidades do ABC (Santo André e São Bernardo) gastaram mais de 2,7 milhões… Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo então, nem se fale… chegaram na casa do R$ 30 milhões jogados no lixo ou melhor no bolso de muita gente.
corrupção carnaval

Quem tem visto a devastação da seca no Nordeste deveria estar se perguntando como é que o povo de um país permite que todo esse dinheiro vá parar em festas carnavalescas, enquanto a economia da região, especialmente dos pequenos produtores está a beira de um novo colapso, fazendo com que fiquem dependentes das quadrilhas de coronéis do sertão.

Se esse povo ignorante entendesse sua própria história, não estaria apoiando este tipo de evento, não estaria jogando o dinheiro suado dos impostos na mão destes “artistas” que só levam o nome do país para a latrina, explorando sexo, bebedeira e segregação social, aumentando ainda mais o buraco entre ricos e pobres.

Mas o maior problema não está nos “artistas” ou nas quadrilhas políticas, mas no povo que deseja isso. Por isso tenho cada vez menos esperança que algo vá mudar. É daqui paa pior…

Fonte:
Devastacao

Um comentário: Leave Your Comments

  1. Não vejo isto no carnaval. Parece mais coisa dos anos 80 quando havia um potencial reprimido. E escola de samba é cultura. Antes das escolas de samba a história oficial escondia e ninguém sdabia quem fora Zumbi dos Palmares.Sexo e bebedeira quando é feito por rockeiros é rebeldia já quando são os boêmios sambistas e negros daí é baixaria.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato