background img

Os efeitos da pornografia e como sair dessa armadilha.

Todos os dias no mundo todo, pessoas se apaixonam ou sentem atração por alguém do sexo oposto, algo muito comum entre os seres humanos, os quais Deus criou. até aqui tudo bem, não há nada de errado em se sentir atraído pelo homem ou a mulher a quem você acredita ser a pessoa ideal.

Deus nos criou de forma que nos sentíssemos atraídos um pelo outro, isso é algo natural e que faz parte da natureza do ser humano. Temos a capacidade de amar e nos integrar nessa relação e fomos criados para sermos íntegros em todas as nossas relações, porém os homens sempre tem buscado artifícios que tentam driblar a vontade de Deus buscando outros meios de se satisfazerem. Em Eclesiastes 7:29 podemos ler a respeito do que estou falando: “Eis que isto tão-somente achei: que Deus fez o homem reto, mas os homens buscaram muitos artifícios.”

O plano original de Deus para nós é que andássemos de acordo com a retidão e a justiça, em qualquer área, e isso inclui nossos relacionamentos, mas infelizmente a natureza pecaminosa do homem busca satisfazer às suas necessidades, e isto não exclui as sexuais, de uma forma contrária àquela que Deus planejou para que andássemos nelas. Em nossos dias, por exemplo, grande parte dos meios de comunicação “pregam” uma forma de sexo sem compromisso, o que tem sido assimilado pela maioria das pessoas e dos jovens e, infelizmente, tal mal tem chegado até às igrejas cristãs.

O sexo se tornou algo tão banal e atraente ao mesmo tempo, que fez com que as pessoas, motivadas por encontrar prazer “fácil e secreto”, buscam este prazer em sites pornográficos ou em revistas de conteúdos eróticos. Outro dia, li uma matéria que afirmava que grande parte da população faz uso vez ou outra de sites deste tipo para, “apimentar” ainda mais seus relacionamentos, ou então fazem uso deste comportamento lascivo para se auto-satisfazerem.

A lascívia, que nada mais é do que um comportamento vergonhoso, cheio de sensualidade e que traz a lume toda a imoralidade sexual e a luxúria de um indivíduo (Marc. 7:22; Gál. 5:19), é contrária ao sentimento de amor santo e intenso dentro de um relacionamento sadio, onde o casal deseja o bem estar um do outro. Uma grande prova de que este comportamento não é sadio, é o fato de que, quem faz uso dele, só o faz às escuras, em oculto, escondido, e por isso também é vergonhoso, pois quem faz uso da pornografia não gostaria de ser pego fazendo uso dela.

Quando fazemos algo que é bom, não temos medo de sermos apanhados no ato, mas quando fazemos algo de ruim, aí sim, não queremos ser surpreendidos. Um relacionamento centrado no amor, prioriza a satisfação do outro, antes do seu próprio desejo. Uma das características do amor em I Coríntios 13 é a de ser bondoso, não se porta com indecência (ACeRF), não é egoísta e não suspeita do mal. Agora, imagine um relacionamento onde há o uso da pornografia, penso que neste relacionamento não há bondade, não há de fato decência, e há muitas razões para se suspeitar mal. E se faltam as características do amor, não há amor, e onde não há amor, não se pode dizer que o outro tem importância, agimos como cegos que não querem ver a necessidade do amado(a).

Neste caso, o que poderíamos dizer da pornografia?

Que esta tem origem na lascívia, e nada tem a ver com o verdadeiro amor. Quando nos envolvemos com a pornografia, principalmente no início, ela nos parece inócua, enquanto na verdade é um engenho traiçoeiro que nos prende em vícios e em pensamentos que poderão, se não agora, futuramente destruir nossa saúde sexual. Certa vez, uma pessoa nos procurou e contou sobre um problema que vinha sofrendo já há algum tempo, o problema do adultério, o indivíduo era casado, porém não conseguia deixar o vício lascivo do adultério. Conversando, lhe perguntei se ele teve muito envolvimento com pornografia, e a sua resposta foi positiva. Não que todo caso de adultério tenha como raiz a pornografia, porém quando há, sua influência é terrível. Na pornografia, o sexo é livre e variado, sempre o “camarada” terá à sua disposição, não uma, mas muitas mulheres diferentes. Daí o problema, no casamento, por exemplo, só há uma opção, e esta deverá ser respeitada.

O que a pornografia faz com o sexo?

Ela banaliza o sexo, e tem um grande potencial para destruir relacionamentos. A satisfação oferecida pela pornografia é imediata, porém suas consequências são terríveis, pois no fim vem acompanhada com o sentimento de culpa, o que não acontece em um relacionamento matrimonial puro. Ela menospreza o sentido do sexo, seu verdadeiro valor e compromete a vida a dois. Não podemos aceitá-la como algo normal para nossas vidas, é certo que para vencê-la o indivíduo deverá amar a si mesmo e ao cônjuge, e buscar a orientação de Deus para que na força e Graça d’Ele, possa vencer tamanho mal. Quer vencer? busque a Deus. Quando buscamos a Deus e vivemos pelo Espírito como diz Gálatas 5:16, “…de modo nenhum satisfaremos os desejos da carne” (NVI). É assim que vencemos tais desejos, mas sem buscar a Deus, a vitória contra as paixões da carne não virão.

O projeto que Deus tem para nós é bem diferente do projeto “pornô”, que visa lucros e aprisionar as pessoas na dependência. O projeto de Deus para nós é uma vida santificada sem impedimentos, para que possamos, por meio de seu Filho JESUS ter livre e constante acesso à sua presença, e uma vida familiar bem ajustada. O relacionamento sexual fora do casamento danifica o plano de Deus para nossa sexualidade. Não vale a pena trocar este projeto, viver para respeitar sua esposa ou seu esposo é algo que está no coração de Deus.

É isso que você quer para sua vida?

Muitas pessoas pensam que a pornografia é algo saudável, inclusive há aqueles que a recomendam como um hábito para desinibir a pessoa no futuro, mas a única coisa que a pornografia proporciona é um vício constante na vida tanto de jovens como adultos, e sem a ajuda do Senhor JESUS, sair dela é complicado. O livro de Provérbios nos orienta dizendo que“…os olhos do homem nunca se satisfazem” (Prov. 27:20b). Sabe o que isso quer dizer? se a pessoa envolvida com a pornografia não buscar ajuda, esta pessoa jamais irá se satisfazer apenas com o hoje, amanhã irá querer mais, e depois, e depois…quanto mais tempo e mais profundamente envolvida, mais difícil será para a pessoa sair desta prisão. Mas graças a Deus por JESUS que pode libertar qualquer pessoa que queira se ver livre deste mal.

Afeta a reputação “destrói a reputação”

Lamentável é saber que muitos cristãos estão envolvidos com pornografia, e eu poderia dizer que não é possível levar uma vida cristã normal e ao mesmo tempo estar envolvido com a pornografia. Ela destrói a nossa reputação. Isso me faz lembrar de um fato ocorrido que presenciei certo dia quando estava dentro de uma locadora de vídeos conversando com uma irmã que naquela ocasião trabalhava no local.

Vi entrar um camarada que na época estava na igreja, o qual conheço, e ao buscar alguns filmes percebi que ele entrou meio desconfiado naquela salinha escondida que toda locadora costuma ter e que tem um aviso na entrada: “Proibida a entrada para menores de 18 anos”, e pouco tempo depois ele saiu com alguns filmes que escolhera a dedo lá dentro. Sempre que vejo aquele jovem me recordo da cena lamentável, ainda que eu jamais comentei aquilo com alguém, sua reputação foi comprometida, pois ele teve que assinar o comprovante da locadora que ficou gravado em seu nome, e hoje o seu relacionamento com a esposa não é bom e até onde eu saiba está separado dela.

Eu e você podemos esconder qualquer coisa de qualquer pessoa, mas nunca de Deus. E o pecado da pornografia é covarde, ele vai perseguir a pessoa até o momento em que esta permitir, vai achar a pessoa e dominá-la. Mas há uma possibilidade de dominar esta “fera” que para muitos parece ser indomável, e esta possibilidade está na submissão ao Senhor, na sujeição ao Deus Todo-Poderoso. Ainda que não admitidos, a pornografia é uma arma que o diabo usa para aprisionar vidas, para deixá-las vulneráveis e destruir seus relacionamentos, mas a nossa força a qual dispomos para deixarmos este mal está em nos sujeitarmos a Deus, resistirmos ao diabo, para que desta forma ele fuja de nós (Tiago 4:7).
“crescendo no conhecimento de Deus”

Então, busquemos ao Senhor para que pela sua graça sejamos pessoas que saibam o valor de um relacionamento saudável sem necessidade de pornografia, e com muita fome e sede de Deus em nossos lares. Não precisamos de pornografia, ou sexo livre e sem compromisso, precisamos sim, de caminhar rumo a uma vida que expresse dignidade diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus (Col. 1:10). Deus te abençoe.

Traduções utilizadas:
Almeida Corrigida e Revisada Fiel (ACeRF)
Almeida Revisada Imprensa Bíblica (ARIB)

Fontes:
http://julearauju.blogspot.com.br/2012/11/os-efeitos-da-pornografia-e-como-sair.html

http://geracaocrista.com/os-efeitos-da-pornografia-e-como-sair-dessa-armadilha/

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato