background img

A ONU reconhece a Palestina

Por maioria, a Assembleia-Geral da ONU reconheceu nesta quinta-feira a chamada Palestina como um Estado observador não membro. A decisão eleva o status do Estado palestino perante a organização e significa uma importante vitória política para os palestinos.

A resolução foi aprovada com 138 votos dos 193 da Assembleia-Geral. Houve nove votos contrários e 41 abstenções.


O status de Estado observador, semelhante ao do Vaticano, não garante direito a voto e fica aquém do reconhecimento pleno, que transformaria a Palestina no 194º membro da organização. Desde a entrada na ONU, em 1974, os palestinos eram representados pela OLP (Organização para Libertação da Palestina), que tinha o status de entidade observadora.

Pelo direito internacional, o reconhecimento de Estados não se dá na ONU (Organização das Nações Unidas), mas por outros países.

Votaram contra:
Israel, Estados Unidos, Panamá, Palau, Canada, Ilhas Marshall, Narau, República Checa, Micronesia.

Abstiveram-se:
Albânia, Alemanha, Andorra, Austrália, Bahamas, Barbados, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Camerun, Colômbia, Coreia do Sul, Croácia, Congo, Eslováquia, Eslovénia, Estónia, Fiji, Guatemala, Haiti, Hungria, Letónia, Lituânia, Macedónia, Malawi, Moldávia, Mónaco, Mongólia, Montenegro, Países Baixos, Nova Guiné, Paraguay, Polónia, Reino Unido, Roménia, Ruanda, Samoa, San Marino, Singapura, Togo, Tonga, Vanuatu.

Ausentes:
Guiné Equatorial, Kiribati, Libéria, Madagáscar, Ucrânia.

Fontes:
folha , informacaoincorrecta

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato