background img

MYTHBUSTERS "CAÇADORES DE MITOS" PROIBIDOS DE FALAR SOBRE A "MARCA DA BESTA" PELA VISA, MASTERCARD E DISCOVERY CHANNEL

A décadas a Igreja Cenáculo da fé se dispõe tratar do assunto “Escatologia”.

Todos meios cabíveis de comunicação que estavam em nosso alcance utilizamos, com o objetivo de trazer á público o cumprimento da profecia apocalíptica (período das consumações) e seus apontamentos.

Foram muitas tentativas até o dia que Nosso Senhor Jesus deu a direção de documentar todas estas informações em um único DVD para colocá-las em circulação.

Cremos que esta iniciativa, também, teve como motivação a comoção pela escassez desta pregação - Igrejas cristãs afundadas no isolamento dos fatos apocalípticos . Somam-se três séries até o momento: (1) Desmascarando o anticristo; (2) A marca e a imagem da besta; (3) Roma: a Capital do anticristo. Este esforço não foi dirigido somente para a parte teológico-bíblica destas profecias e pela busca de uma respectiva compreensão desta expressão, mas também, apresentar fatos que evidenciam o “Apocalipse de Jesus o Cristo” como uma realidade em nossos dias e não a ficção que muitos procuram acatar. Fortalecer o que esperávamos, remidos do sangue do Cordeiro, em Cristo: as confirmações da volta de Jesus e do arrebatamento da Igreja.

Antes de tratarmos a motivação desta matéria, seria importante ressaltarmos alguns aspectos necessários para o tema: a marca da besta. Acesse no site e assista o DVD da série Apocalipse: www.horadaverdade.com

A besta apocalíptica e seu governo

As profecias indicam (AP 13) o governo do anticristo e sua estrutura política (G 7 + 10 Blocos) em operação para criar meios que possibilitem a introdução da filosofia da iniqüidade e a dominação mundial. Para este fim, o Senhor Jesus revela a forma que o anticristo irá utilizar para exercer autoridade sobre a terra nos dias de seu governo : (1) Comunicação visual; (2) Sistema único Financeiro; (3) Rastreamento de dados.

Organização das Nações Unidas (ONU) e Organização Mundial do Comércio (OMC)

Estamos na Era - Digital. As regras da codificação para o sistema de código de barras foi determinada pela ONU+ G7 em 1973. Em duas décadas este sistema já estava universalizado. Todos os países (10 Blocos) filiados a este banco de dados, cada um com seus respectivos códigos, enviando informações de suas movimentações financeiras com precisão (o código de barras é feito de estruturas numéricas e alfanuméricas que totalizam 13 números).

A eficiência deste sistema é codificar produtos industrializados para o controle financeiro mundial - futuramente o alvo desta digitalização não será mais os produtos, carros ou animais de estimação mas o ser humano. A sociedade apocalíptica estará codificada e terá em suas iniciais seis dígitos para ser rastreada e monitorada pelos órgãos competentes da besta e de seu governo.

A marca da besta e Nova Ordem Mundial

Banco de dados em microchip. Fabricado pela Motorola e financiado pela Visa, America Express e Master Card, o biochip mede 7mm de comprimento e 0.75mm em largura, quase um tamanho de grão de arroz, contem bateria recarregável por um circuito de termopar que produz voltagem de flutuações segundo a temperatura do corpo. O objetivo é o implante no corpo humano, utilizado como sistema único de armazenamento de informações e dados pessoais do cidadão comum.

A possibilidade para acessar este banco de dados, até ontem, só seria possível pela leitura ótica de um sistema computadorizado. Quanto ao rastreamento, o indivíduo chipado poderia ser monitorado via satélite. Temos aqui o aspecto da modernidade, utilidade, segurança e multiuso como uma ferramenta “arma” do governo mundial para controlar e monitorar todos os seres viventes da terra no futuro.

A versão mais moderna deste sistema seria o RFID(sistema de identificação por Rádiofreqüência). Quem cuida é a EPCGlobal, empresa cujo financiadores são os mesmos que criaram o biochip. Agora conhecidos por “TAGS”, em vários tamanhos e formatos, podem acrescentar um novo sistema para o microchip: uma antena de transmissão, tornado este sistema ainda mais poderoso: (1)leitura ou escrita; (2) passiva ou ativa; (3) reutilizada. Capturar dados ou escrevê-los na TAG com variações de freqüência e longa distância. Estes dois sistemas já estão sendo utilizados e comercializados no mundo inteiro, principalmente no Brasil.

Lembremos de uma matéria que citamos em nosso DVD, serie “Apocalipse”, aonde a Revista ISTOÈ revela que desde de 2002 empresários brasileiros estaria comercializando o microchip “injetável” á custo de R$ 700,00. Um dos primeiros empresários “cyborg brasileiro” foi Cunha Lima da CBN e Deputado Federal pelo PPB e pelo PDT.


Click:

VÍDEO NO YOUTUBE: MYTHBUSTER E A MARCA DA BESTA



Um dos produtores do Programa de TV “Caçadores de Mitos” que vai ao ar no canal Discovery Channel, Adam Savage Whitney, explica o que aconteceu quando tentou buscar informações sobre esse sistema RFID para apresentá-lo ao público. Segundo ele sua pesquisa foi frustrada. Eles iniciaram um contato com a empresa TEXAS INSTRUMENTS e conseguiram marcar um conferência por telefone para um determinada data. A idéia era saber se o sistema era seguro, viável e eficiente como rastreador e banco de dados.

Segundo o apresentador o programa sobre o assunto foi boicotado pelas “grandes empresas” acionistas legais deste sistema(VISA, MASTERCARD, DISCOVERY, e outras....), os impedindo que fosse colocado para o público este conteúdo.

Concluímos....

O apresentador arrepiado por conhecer os nomes das empresas poderosas que estão atrás deste projeto satânico: a marca da besta. A classe ímpia admirada pela força desta ação dominante e perplexa pela introdução de um sistema totalitarista no rumo das diversas nações. Admitem, na sua humilde compreensão, que estes fatos estão mencionados em trechos bíblicos do apocalipse. O interesse pela pesquisa e conhecimento vindo das trevas e de quem não tem laço nenhum com a fé. Um tapa na cara da cristandade atual que dorme pelo efeito das filosofias. A liderança podre do movimento evangélico que se especializa em roubar e não ensinar. A Igreja entupida de utopias, misticismos, políticas e ambições materiais. Muitos perdendo a oportunidade de enxergar com os olhos este momento glorioso: os sinais da vinda do Cristo Ressurreto. Os tais “lobos” fazem malabarismos para conseguir produzir o impossível e imaginável, quando arrancam dos fatos reais perspectivas de paz, avanço e conquista material em plena Era - Apocalíptica. Quando o assunto é “consumação do século“” eles afirmam não entender o que diz a profecia: “È chegada a hora.”

Como Ricardo Gondim, transformando o livro do Apocalipse em ficção e utopia. Vergonhoso assistirmos a iniciativa científica partir das partes externas da Igreja. Espero que esta matéria seja um incentivo para que este grito esteja em todos aqueles que professam a fé em Jesus: Maranata, Ele está voltando !

Enviado pelo:
Pastor Daniel Batista

Fonte:
http://apocalink.blogspot.com/2012/08/mythbusters-cacadores-de-mitos.html


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato