background img

Parada Gay dos “4 milhões” reuniu apenas 270 mil pessoas

Sempre duvidei acerca destas quantidades astronômicas de pessoas (1, 2, 3 milhões). Sempre achei uma mentira... Trabalhei durante muito tempo na Avenida Paulista, e conheço muito bem o Centro de São Paulo, e sempre tive certeza: É impossível ajuntar mais de 1 milhão de pessoas naquele pequeno trecho da avenida Paulista...

Pois bem, finalmente esta mentira foi colocada por terra...
Perceba como todo o sistema (mídia, governo, polícia e empresários) mentem e trabalham em sintonia em prol da agenda sodomita de seus patrões globalistas!

A 16ª edição da Parada Gay de São Paulo, um dos principais eventos turísticos da cidade, reuniu ontem 270 mil pessoas, de acordo com o Datafolha — 65 mil delas fizeram o percurso inteiro do evento. Pela primeira vez na história, a manifestação teve uma medição de público com caráter científico. O Datafolha inaugurou o método em maio na 28ª Caminhada da Ressurreição, procissão católica por ruas da zona leste da capital. Segundo o instituto, nenhum evento similar no mundo tem medição científica de público. Em alguns países, ele é estimado a partir do lixo produzido. Em outros, pela concentração de pessoas ao longo da parada — este método, no entanto, não leva em conta o público flutuante.

A organização e a Polícia Militar não divulgaram estimativas. Ao fim do evento, porém, o trio elétrico da diretoria da Associação da Parada do Orgulho GLBT anunciou que “com certeza” o ato atingiu público de 4 milhões. A parada saiu do Masp às 13h40, após a execução do hino nacional e discursos da senadora Marta Suplicy (PT) e Fernando Quaresma, presidente da associação. O último trio chegou à praça Roosevelt, no centro, às 18h13.

Fontes:
http://www.libertar.in/2012/06/eles-sempre-mentiram-parada-gay-dos-4.html

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidiano/48103-parada-gay-reune-270-mil-pessoas-afirma-datafolha.shtml

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato