background img

Israel pode atacar a Síria para acabar com estoques de "armas químicas"

O exército israelense está pensando em usar força militar para impedir que os estoques de armas químicas da Síria caiam nas mãos do Hezbollah ou da Al-Qaeda. Tel-Aviv acredita que Damasco não é mais capaz de garantir a segurança do seu arsenal.
A Síria nunca declarou que possui reservas de armas químicas. Tel Aviv acredita que o governo sírio produziu gás mostarda durante os últimos 40 anos.

Na segunda-feira o major-general israelense Yair Naveh, chefe militar do país, advertiu que a Síria poderia representar uma ameaça para Israel com suas armas químicas. Ele declarou que a Síria tem "o maior arsenal químico do mundo".

"Alguns políticos israelenses alegam que o governo sírio já está usando armas químicas contra a população. Um membro sênior da Likud, Ayoob Kara, disse à Rádio Israel em 9 de junho que o governo sírio está usando "armas químicas contra homens, mulheres e crianças."

O chefe do Comando do Norte de Israel responsável pela frente que faz fronteira com o Líbano e a Síria, o major-general Yair Golan, advertiu que o regime de Assad poderia passar suas armas químicas para o Hezbollah, no Libano.

Segundo o general, isso poderia acontecer se regime de Assad perdesse o controle sobre suas bases militares. Simultaneamente, o major-general Golan chamou abertamente a Síria de um "Estado falido".

Israel não se importaria se as forças internacionais invadissem a Síria para derrubar o presidente Assad.

O vice-Primeiro-ministro israelense Shaul Mofaz acredita que o mundo deve se unir para acabar com regime de Assad, o mesmo que fez na Líbia, onde forças da coalizão derrubaram o coronel Muammar Gaddafi.

"Um crime contra a humanidade, genocídio, está sendo realizado na Síria hoje. E o silêncio das potências mundiais é contrário a toda lógica humana", Mofaz anunciou.

Fonte:
http://ianoticia.blogspot.com.br/2012/06/israel-pode-atacar-siria-para-acabar.html

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato