background img

Exército dos EUA confirma planos de ataque contra o Irã

Exército dos EUA confirma planos de ataque contra o Irã
O embaixador americano em Israel, Dan Shapiro, anunciou que o exército dos Estados Unidos está em condições de iniciar um ataque militar contra o Irã em resposta ao programa nuclear de Teerã.

Os Estados Unidos, os países ocidentais e Israel estão exercendo pressão sobre o Irã para deter o enriquecimento de urânio, alegando que Teerã está construindo secretamente uma bomba nuclear.

As autoridades iranianas insistem que seu programa nuclear é estritamente civil.

"Seria preferível resolver isto diplomaticamente e mediante o uso da pressão, que utilizar a força militar", assegurou o embaixador Shapiro, em um programa transmitido pela rádio do Exército de Israel.

Shapiro acrescentou que o Pentágono realizou planejamento e se encontra pronto para adotar uma opção militar contra o Irã.

Os Estados Unidos apostam nas sanções diplomáticas e econômicas, e espera que na reunião que se realizará em Bagdá no próximo dia 23 de maio, com os representantes de Moscou, Beijing, Londres, Paris e Berlim, consigam persuadir os iranianos a frear seu programa nuclear.

Unilateralmente, Washington prevê aumentar as sanções contra o Irã, e o Senado discute um novo pacote de medidas centradas nos bancos estrangeiros que se encarregam das transações e o transporte do petróleo da República Islâmica.

O governo iraniano se manifestou contra as sanções econômicas e assegura que não deterá seu programa de desenvolvimento nuclear, tema que se propõe a discutir na próxima reunião de Bagdá, sempre que se respeite o direito soberano do Irã a usar energia atômica com fins pacíficos.

Saeed Jalili, secretário do Conselho de Segurança Nacional do Irã, afirmou que nestas conversas, os direitos inalienáveis da nação iraniana devem estar sobre a mesa de discussões na reunião de Bagdá.

O jornalista e historiador Gareth Porter se referiu à ameaça de Washington como um ato político, destinado a satisfazer a opinião pública israelense e apaziguar o governo de Netanyahu.

Fonte:
http://ianoticia.blogspot.com.br/2012/05/exercito-dos-eua-confirma-planos-de.html

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato