background img

Desemprego na zona do euro marca um novo recorde impulsionado pela Espanha

Índice chega a 10,8%‎ da população ativa, de acordo com a agência de estatísticas Eurostat

A Espanha apresentou o índice mais elevado de desemprego da Eurozona


O índice de desemprego na Eurozona em fevereiro ficou em 10,8% da população ativa, contra 10,7% em janeiro, o que representa um novo recorde em 15 anos, anunciou nesta segunda-feira a agência europeia estatísticas, Eurostat.

No total, 17,13 milhões de pessoas estavam inscritas em fevereiro nas listas de desemprego da Eurozona, 162 mil a mais que em janeiro e 1,48 milhão a mais que em fevereiro de 2011, segundo a Eurostat.

Outros levantamentos, por país, apontam a diferença no índice entre os países. Na Alemanha, único país europeu que ainda resiste à crise econômica. A taxa de desemprego da Alemanha caiu para uma nova mínima pós-reunificação de 6,7% em março, ante 6,8% em fevereiro.

Na outra ponta da lista, aparece a Espanha (23,6%) Portugal (15%), que apresentam elevadíssimos índices de desemprego. Números relativos a dezembro incluem a Grécia, com 21%, nas primeiras posições da lista.


Fontes:
http://www.band.com.br/noticias/economia/noticia/?id=100000494828

http://economia.elpais.com/economia/2012/04/02/actualidad/1333358972_371777.html

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato