background img

Urna eletrônica é uma fraude ?

O ex-deputado Federal Fernando Chiarelli, que atualmente é pré-candidato a Prefeitura de Ribeirão Preto pelo PT do B, ao longo dos últimos meses, fez graves denúncias sobre as urnas eletrônicas utilizadas nas eleições no Brasil, ainda quando era parlamentar.

Para Chiarelli, a reforma política no Brasil deveria começar pelo fim das urnas eletrônicas no lixo.
O discurso do candidato está em sincronia com as suspeitas de fraudes eleitorais nas urnas eletrônicas de 600 municípios brasileiros.

Confira um dos discursos de 2011, onde ex-deputado disse: “tenho em mãos os lacres (das urnas eletrônicas) da justiça eleitoral para a próxima eleição municipal (para prefeito) na cidade de São Luis, no Maranhão”.






 Urna eletrônica - a caixa-preta blindada por uma instituição que concentra três poderes
Talvez o Brasil seja um dos únicos países democráticos que ainda admita que uma mesma instituição acumule prerrogativas de três poderes republicanos.

Durante as eleições, a Justiça Eleitoral do Brasil tem total autonomia para legislar, executar e julgar. A distorção permite que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e suas sucursais nos estados, os TREs, sejam fiscais de si mesmos.

O atual sistema eletrônico de votação brasileiro, que não permite auditar contabilmente os resultados das urnas, é apenas uma representação simbólica de como a Justiça Eleitoral se posiciona acima do bem e do mal. A soberba que reside na instituição põe em risco uma das mais importantes ferramentas da democracia, o voto, e transforma o processo eleitoral em uma caixa-preta.

Comentário de um leitor:
No sistema do TSE, eles prestam atenção quando as urnas apresentam:
Seção agregada com resultado;
Diferença no tipo da urna (apurada, anulada);
Divergência de correspondência;
Retransmissão de boletim de urna com diferença na assinatura digital;
Seção com boletim de urna pendente;
Abstenção negativa;
Abstenção maior que 40%.
A fraude por abstenção é uma fraude sutil, cujo objetivo é baixar o número total de votos, facilitando uma eleição no primeiro turno.
As urnas são manipuladas para apagar os votos indesejados.
Suponhamos que haja 100 votantes numa seção:
40 votou no partido A, 30 no partido B, os outros 30 em partidos diversos.
Abrindo as urnas manipuladas, aparece:
40 votos A ;
30 votos B;
30 ausências.
Como agora o total válido não é mais 100, agora é apenas 70, o partido A conseguiu 57% e B conseguiu 43%.

O partido a ganha no 1º turno graças a fraude, que ao invés de 40% normal, agora exibe 57% na votação, graças as abstenções falsas.

Teriam sido vários governadores eleitos no 1º turno, graças à isso????

A estratégia é deletar os votos indesejados e transformá-los em "abstenções não comprovadas", como se os eleitores tivessem faltado a votação.

Misteriosamente, o TSE afirma que quase 25 MILHÕES DE PESSOAS não foram as urnas, quase 20% do eleitorado total do Brasil faltou às eleições, ou seja, que de cada 5 eleitores, um teria faltado.

É estranho, pelo menos eu não conheço ninguém que tenha faltado à votação.
Vocês conhecem??

Considerando que há multas desagradáveis para quem não votar, acho difícil haver tantas faltas assim como eles dizem. É muita falta.

Como eles só verificam fraudes de abstenção acima de 40%, essa abstenção de 20% não será verificada.
Vai ver por isso diziam que as pesquisas diziam que a Dilma ganharia no 1º turno.... E vai ver por isso que abaixo dos 3 candidatos principais Dilma-Serra-Marina, a votação foi tão baixa.
  • Eleitorado: 135.804.433;
  • Apurado: 135.804.043 (99,99%);
  • Abstenção: 24.610.296 (18,12%);
  • Comparecimento: 111.193.747 (81,88%);
  • Votos: 111.193.747;
  • Brancos: 3.479.340 (3,13%);
  • Nulos: 6.124.254 (5,51%);
  • Válidos: 101.590.153 (91,36%).
  • DILMA 47.651.434 (46,91%);
  • JOSÉ SERRA 33.132.283 (32,61%);
  • MARINA SILVA 19.636.359 (19,33%);
  • PLÍNIO 886.816 (0,87%);
  • EYMAEL 89.350 (0,09%);
  • ZÉ MARIA 84.609 (0,08%);
  • LEVY FIDELIX 57.960 (0,06%);
  • IVAN PINHEIRO 39.136 (0,04%);
  • RUI COSTA PIMENTA 12.206 (0,01%).
  1. DILMA 47.651.434 (46,91%);
  2. JOSÉ SERRA 33.132.283 (32,61%);
  3. MARINA SILVA 19.636.359 (19,33%);
  4. PLÍNIO 886.816 (0,87%);
  5. EYMAEL 89.350 (0,09%);
  6. ZÉ MARIA 84.609 (0,08%);
  7. LEVY FIDELIX 57.960 (0,06%);
  8. IVAN PINHEIRO 39.136 (0,04%);
  9. RUI COSTA PIMENTA 12.206 (0,01%).
Fraude de Abstenção - Os 25 milhões de votos que sumiram....


Fontes: http://bogdopaulinho.blogspot.com.br/2010/10/urna-eletronica-fraude-de-abstencao.html

http://www.fraudeurnaseletronicas.com.br/2010/10/quem-fiscalisa-o-tse.html

http://telacrente.org/2012/03/23/urnas-eletronicas-fraudes/

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato